Será a culpa (sempre) das mães?

sentimento-de-culpa

É amplamente conhecida a velha ideia psicanalítica segundo a qual, as mães, enquanto principais cuidadoras/educadoras dos seus filhos(a), são as principais “culpadas” dos problemas psicológicos das crianças. Sabemos que, na sua generalidade, a maior parte dos problemas psicológicos decorre de relacionamentos interpessoais disfuncionais. Mas será que é mesmo assim? Serão as mães (ou o seu substituto) as principais culpadas? Continuar a ler

O Normal e o Patológico

psicopatologia-mecanismos-de-defesa-e-resistencia

Nos dias que correm é vulgar ouvirmos falar em normal e anormal: É normal que, quando está com gripe, a pessoa tenha febre; é normal que as raparigas se vistam de cor-de-rosa; é normal que os rapazes gostem de futebol… aquela pessoa está a coxear – é anormal –, o vizinho de cima está sempre a falar do mesmo – é anormal. Mas no fundo o que é isto de normal e anormal? Qual é o contrário de normal? Patológico? Continuar a ler